quinta-feira, 25 de julho de 2019

Salve-se quem puder



A foto retrata o dia-a-dia do Hospital de Coimbra, o ainda chamado Hospital Novo que depressa se fez velho nas suas limitações.
O estacionamento é uma delas, não deixando de ser confrangedor o quadro que todas as manhãs se nos apresenta naquele espaço para o qual não se vislumbra solução, a não ser as repetidas promessas de um silo que nunca mais chega.
Nem se sabe se valerá a pena.
O desarrumo é tanto, o salve-se quem puder é o pão nosso de cada dia, o desespero para quem vem de longe é tão desmotivante que às tantas o melhor é deixar o que ali está a servir de silo e construir um outro hospital noutro sítio qualquer.


Sem comentários:

Publicar um comentário