quinta-feira, 18 de julho de 2019

Aviões: nem em Coimbra, nem em Vila Real


Apesar de Vila Real estar no trajecto da carreira aérea que liga Bragança a Portimão, e Coimbra não estar nessa situação (até porque não se candidatou a tal), o aeródromo municipal deste concelho transmontano foi, também, encerrado esta semana por falta de condições. No caso de Vila Real, o encerramento deveu-se ao abatimento do piso e, por razões de segurança, só ali poderão parar helicópteros, pelo menos, até 15 de Agosto. 

Já no caso de Coimbra, o aeródromo foi fechado, no final de Maio, por falta de uma manga de vento, que a Câmara garantiu instalar na primeira semana de Junho. A verdade é que, desde essa altura que o nosso aeródromo (e suposto futuro aeroporto) continua encerrado, podendo apenas ser usado, exclusivamente, por voos da Protecção Civil, até 31 de Agosto (segundo informação disponibilizada pela NAV). 

Enquanto Vila Real está já a proceder a trabalhos de reabilitação da pista, Coimbra continua a estudar como dar “o passo maior do que a perna” e ter um aeroporto num local que nem para aeródromo serve.


Sem comentários:

Publicar um comentário