quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Bem-vindos... ao caos!


A Câmara Municipal da Figueira da Foz decidiu receber, este ano, os veraneantes com... obras! Espalhadas pela cidade, em locais de grande afluência de turistas, há intervenções que obrigam a desvios e, consequentemente, a filas intermináveis para quem pretende circular pela marginal e através do centro da cidade.
As obras estão a decorrer em Buarcos, no largo e na rotunda do Monumento ao Pescador, e também na praça de 08 de Maio (onde acabam de ser encontrados achados arqueológicos do cais da antiga praia da Reboleira, do século XVII), junto à principal autarquia figueirense.
As intervenções, cujo montante ascende a 4,50 milhões de euros, fazem parte da estratégia municipal para requalificar algumas ruas do núcleo antigo da cidade e, também, para aumentar a ciclovia do Mondego e dar “fluidez física e visual à ligação da Figueira com Buarcos”.
Apesar de os trabalhos terem sido concebidos para decorrem durante um ano (até meados de 2019), parece que o tempo e locais escolhidos para os executar, com consequente perturbação da circulação em pleno Verão, não foi, de todo, uma ideia feliz.


Sem comentários:

Publicar um comentário