quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Por que espera a CMC?


Depois de reparos feitos em Abril de 2015 e a 09 de Agosto de 2018, o “Campeão” volta a alertar a Câmara Municipal de Coimbra para a necessidade de intervir em duas vias adjacentes à praça de Carlos Mota Pinto (portaria dos HUC) atravessadas, diariamente, por milhares de pessoas, onde avulta o risco que a imagem sugere.
É caso para dizer que «o perigo espreita», à entrada de um hospital e da Escola de Martim de Freitas e à porta de outros organismos vocacionados para o ensino e para a investigação. Antes que seja tarde, fica a advertência no sentido de a autarquia intervir no local.
A «ratoeira» do passadiço pode ser suprimida se a CMC agir, implantando, por exemplo, uma passagem superior para peões.


Sem comentários:

Publicar um comentário