quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

Obras não estão atrasadas, foram uma premonição


As obras de recuperação, quer das Docas do Parque Verde, quer do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha estão, há perto de quatro anos (após as cheias de Janeiro de 2016) para avançarem.
Se por um lado as intervenções nas Docas já começaram, pararam e, agora, estavam a recomeçar, já as do Mosteiro estavam previstas arrancar neste mês de Janeiro. Mas, para quem pense que tal se deveu a atrasos nos concursos públicos, falências de empresas ou falta de financiamento, após o fim-de-semana em que, uma vez mais, o Mondego demonstrou "quem manda", o que se verificou foi que estes longos anos foram uma premonição do que se viria a passar por esses dias.
Afinal, não houve atrasos, mas sim uma premonição para não se construir o que naquele sábado de 21 de Dezembro teria ido, literalmente, “por água abaixo”.


Sem comentários:

Publicar um comentário